Expansão de rede de franquias: como realizá-la estrategicamente?

Expansão de rede de franquias: como realizá-la estrategicamente?

Expansão de rede de franquias: como realizá-la estrategicamente?

Se você pretende ter um negócio de sucesso, mas tem medo de dar um passo à frente, saiba que a expansão de rede de franquias é a forma mais segura de atingir esse objetivo.

Mesmo com a instabilidade econômica, esse mercado segue contra a lógica, obtendo 35% de aumento do seu faturamento líquido nos últimos cinco anos.

Assim, se você tem um pequeno comércio em uma cidade do interior, por exemplo, pode torná-lo famoso em todo o Brasil. Tudo isso mantendo o mesmo padrão e modelo de trabalho da empresa de origem. Isso se torna uma ótima forma de se firmar diante do público e garantir um diferencial com relação à concorrência.

Porém, como investimento, é preciso definir estratégias e metas para que a abertura desses novos empreendimentos não resulte em prejuízo financeiro e consiga ser bem-sucedida.

Para falar sobre estratégia em expansão de rede, preparamos este artigo especialmente sobre este tema. Então, continue a leitura e entenda mais sobre o assunto!

O que deve ser analisado na expansão na rede de franquias?

Como você pode perceber, quando o assunto é a expansão de uma rede de franquias de forma segura, é preciso deixar de lado achismos e pensamentos otimistas. Confira abaixo os passos que você precisa seguir!

O melhor modelo de negócio

Mesmo que a expansão da rede parta de investimentos por parte do franqueado, se a marca de origem não se preocupar com treinamentos, padronização dos processos, entre outros, esse novo negócio pode não receber o engajamento esperado. Assim, crie um programa de treinamentos e ferramentas para suporte de franqueados.

Ter sempre em mãos um plano de ação para acompanhar o andamento das unidades da rede é uma medida fundamental. Assim é possível entender se tudo segue conforme o planejado ou se é preciso realizar alguns ajustes para evitar futuras falhas.

Para ajudar nessa avaliação, reúna relatórios periódicos sobre a saúde das suas unidades. No plano de ação, você pode incluir todo tipo de treinamento, manuais, etc, conforme a necessidade.

Estudo de franqueabilidade

A análise de franqueabilidade identifica se uma marca está apta para expansão ou não. Mas será que essa informação é suficiente para definir se um investimento em marcas desse tipo é vantajoso?

Para encontrar essa resposta, é necessário realizar uma análise dos aspectos estruturais da sua marca e saber se os profissionais envolvidos são qualificados, como é a organização interna, se existe budget suficiente para os investimentos necessários etc.

Além do mais, deve ser feita uma análise de branding para avaliar a força da marca diante do público atualmente. Para diminuir os riscos, é importante contar com clientes fiéis desde o princípio. E para isso é preciso investir em relacionamento.

Enfim, por meio desse estudo da clientela já existente, também se descobre os públicos-alvo nas novas localidades da empresa, além das potências de venda e de concorrência.

Preparação com instrumentos jurídicos

Na relação entre franqueado e franqueador, existem direitos e deveres que precisam ser regulamentados e delimitados para o sucesso da negociação.

A Circular de Oferta de Franquia (COF), por exemplo, diz respeito a todas as informações financeiras e jurídicas do empreendimento. Há ainda o pré-contrato e o contrato da franquia.

Fique de olho para garantir que todas essas documentações estejam corretas. Além disso, contar com a ajuda de uma consultoria faz toda a diferença nesse processo para você.

Como realizar a expansão da rede de forma estratégica?

Agora que você aprendeu quais são os passos que devem ser dados para a expansão de rede, acompanhe na sequência quais são as melhores estratégias para garantir o sucesso nesses passos!

1. Empoderamento da liderança

O termo empoderamento tem sido bastante utilizado nos últimos tempos — e não é por um simples modismo. Seu conceito se traduz no controle de si para lidar com mais autoridade e competência diante dos desafios profissionais.

Nesse sentido, as decisões estratégias de um empreendimento não podem ficar concentradas nas mãos de uma só pessoa, ainda mais se você pretende expandir esse negócio. Assim, os líderes precisam ter a liberdade e a independência em algum momento para o bom andamento do negócio.

Isso só é possível quando eles recebem autonomia para tomar decisões. No entanto, para que esse passo seja dado, é necessário garantir toda uma base de treinamentos adequados.

2. Engajamento de vendedores

Dificilmente alguém consegue vender bem um produto ou serviço no qual não acredita ou pouco conhece sobre. Pensar de outra forma é subestimar seus consumidores. Por essa razão, é precisar engajar seus colaboradores na rotina dentro da empresa.

Segundo Harry J. Friedman, em seu livro “Não obrigado, estou só olhando!”:

Os clientes esperam que você seja uma autoridade no que está vendendo e apreciam quando você corresponde ao profissional que esperavam encontrar.

Isso se torna ainda mais essencial a partir de dados, como o da pesquisa da Edelman Insights, que mostram que 67% das pessoas colocam mais credibilidade no conteúdo oferecido pelos vendedores do que no ofertado diretamente pela empresa.

Então, para engajar seus vendedores com a marca e fazê-los “vestir a camisa’’ do negócio, é preciso integrá-los e aplicar o endomarketing para te ajudar neste objetivo. Por isso, os seus colaboradores precisam conhecer os ideais da empresa e criar um senso de responsabilidade para promover o sucesso dela.

Além do mais, não vale apenas investir no discurso e não alinhar isso com a prática: a cultura organizacional faz parte disso e ela comunica de forma orgânica no dia a dia corporativo a sua empresa.

A gamificação também pode ser uma alternativa viável para estimular o engajamento dos vendedores. Se essa estratégia são desafios ou metas relacionadas ao trabalho que, quando superados, oferecem bonificações.

3. A tomada de decisões

Ao decidir pela expansão da rede, não se pode basear suas decisões em informações sem embasamento. Dessa forma, defina um planejamento estratégico com objetivos, metas e tudo o mais que for necessário para direcionar o trabalho.

Feito isso, adote ferramentas que monitorem os resultados para antecipar falhas e imprevistos e crie métodos para avaliar se as decisões foram acertadas ou não.

Quando obtiver essas respostas, não esqueça de compartilhá-las com seus colaboradores. Isso ajudará na integração da equipe, além de possibilitar que eles estejam cientes do andamento da unidade e até sugiram soluções para os gargalos.

4. Atração de investidores

Os investidores são figuras centrais no processo de expansão de redes. Afinal, é por meio deles que suas ideias podem ser financeiramente viabilizadas.

Um ótimo companheiro dos empreendedores são os investidores anjos: aqueles que por meio da experiência vivida, do networking e investimento ajudam com aconselhamentos e com a abertura de portas para relacionamentos frutíferos. Assim, suas chances de sucesso aumentam.

O fundo de investimento também pode ser um parceiro em potencial para o crescimento da sua marca. Com ele, você conta com uma equipe de gestores experientes para pensar em conjunto as melhores ações para a gestão da sua empresa.

Para conseguir atrair essas pessoas, é importante transmitir confiança e lembrar que, nesse caso, a primeira impressão é a que fica.

Sendo assim, prepare o pitch com informações como potencial do negócio, diferenciação, mercado-alvo e outros dados que considerar válidos de forma bem clara. Além disso, prepare o sumário executivo e a apresentação do modelo de negócio.

Ficou mais claro enxergar como alguns processos, em sintonia aos seus objetivos, te ajudam a crescer cada vez mais e de modo bem mais sustentável?

Para obter sucesso, a expansão da rede precisa envolver uma série de estratégias e uma preparação interna dos envolvidos para conseguirem ter insumos para que tudo ocorra da melhor forma possível. Tenha o devido cuidado com os passos dados e não deixe de estudar cada decisão.

Gostou do artigo? Aproveita e segue a gente nas redes sociais: estamos no Facebook, no Instagram e no LinkedIn!

Até logo,


Você também pode gostar de…


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este artigo foi útil para você?

Somos uma plataforma incrível de análise de performance de varejo. que conecta de forma inteligente o gestor e a sua equipe de vendas. De maneira fácil, dinâmica e intuitiva, levamos estas respostas para você!

Av. Feliciano Sodré, 300 - Várzea (Sala 604), Teresópolis - RJ, 25963-082

Conteúdo

Contatos

comercial@indeva.com.br
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados | Website desenvolvido por Erik Perin | Segurança por Oktopus